Manifesto do turista responsável

Viajar é CONHECER outros meios de viver, de ser e estar no mundo. É ENTENDER que o nosso planeta é tão finito como imenso, que o ser humano é tão idêntico e tão diferente. É RESPEITAR essa diferença e viver-la, torná-la nossa e PRESERVAR a sua existência tal e qual como ela é. É PARTILHAR com os que se encontram connosco, com os brevemente partirão e com os que conhecemos dentro do nosso trajeto. Porque viajar é isso mesmo: VIVER.

1. SÊ CONSCIENTE DOS RISCOS AO VIAJAR E TOMA AS PRECAUÇÕES NECESSÁRIAS

  • Quando planeares a tua viagem, certifica-te de conhecer as caraterísticas do destino que queres conhecer e toma as medidas necessárias para teres a documentação atualizada, tal como, seguros e dados de saúde que te possam ser solicitados. Além disso, segue em todos os momentos, as recomendações das autoridades locais, sobretudo em caso de emergência. Comprova a composição dos produtos que consomes para evitar qualquer risco, sobretudo os que possam surgir derivado a reações alérgicas ou intolerâncias.

2. IMPULSIONA O DESENVOLVIMENTO LOCAL DO DESTINO CONSUMINDO PRODUTOS E SERVIÇOS LOCAIS.

  • Apoia o empreendedorismo local consumindo produtos ou serviços que sejam produzidos no destino e cujos benefícios diretos e indiretos sejam repartidos transversalmente e favoreçam os grupos mais vulneráveis. Desta forma, sempre que consumires qualquer bem ou serviço, compra apenas aqueles que realmente necessites e fá-lo a um preço justo para não destabilizar a economia local nem as condições de vida dos proprietários ou colaboradores dos negócios locais.

3. APRENDE E PARTILHA SOBRE A COMUNIDADE QUE TE RECEBE RESPEITANDO OS SEUS VALORES E TRADIÇÕES.

  • Aprende, sempre que possível, sobre os aspetos culturais do destino que visitas (costumes, gastronomia, idiomas ou dialetos, tradições, património). Assegura-te que conheces as normas sociais para evitar comportamentos que possam ser ofensivos ou humilhantes para a comunidade que te recebe. Do mesmo modo, torna-te um exemplo de tolerância criando oportunidades de aprendizagem mútua com os locais e turistas, evitando situações de conflito ou indesejadas.

4. CONTRIBUI PARA A CONSERVAÇÃO, PROTEÇÃO E REGENERAÇÃO DOS ECOSSISTEMAS AQUÁTICOS E TERRESTRES DOS DESTINOS.

  • Desfruta apenas de produtos, serviços e experiências que garantam a exploração sustentável dos recursos aquáticos e terrestres do destino e que respeitem o habitat natural da fauna e flora autóctone e não só, evitando os maus tratos a animais ou destruição da envolvente. De igual forma, adota uma conduta responsável, evitando a criação de resíduos e colabora com os programas de recolha e limpeza realizados no destino para evitar a deterioração dos espaços naturais e manter a biodiversidade.

5. RESPEITA A DIVERSIDADE E NÃO FOMENTES OU PARTICIPES ATIVIDADES DISCRIMINATÓRIAS.

  • Favorece a eliminação de barreiras que limitem a integração das pessoas por motivos de género, origem, religião, orientação sexual, situação económica ou outra condição, evitando linguagem sexista, comentários ofensivos ou uso de estereótipos negativos. Igualmente, facilita o acesso à igualdade de oportunidades a aqueles que tenham necessidades especiais no que concerne a mobilidade ou comunicação, respeitando os espaços ou serviços destinados para o uso destes.

6. CONSOME DE FORMA RESPONSÁVEL E PARTICIPA NA GESTAO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS.

  • Escolhe produtos, serviços ou experiências que garantam a gestão e uso inteligente e eficiente dos recursos hídricos e energéticos, consumindo os que gerem menor impacte no destino e possam ser recicláveis ou reutilizáveis. Evita o consumo excessivo da água e opta, sempre que possível, por transportes com emissões reduzidas ou inexistentes. Igualmente, calcula a tua pegada de carbono e compensa-a na medida do possível.

7. FAVORECE A SUSTENTABILIDADE DO PATRIMÓNIO E INFRAESTRUTURAS DO DESTINO.

  • Presta especial atenção em reconhecer como está a ser gerido o destino e as infra-estruturas que o compõem (edifícios, transportes, casas, espaços públicos, etc.) para que a tua visita não suponha uma alteração na vida local. Além disso, contribui para a conservação das atrações turísticas, respeitando as normas e os acessos concebidos para a sua preservação e proteção.

8. ESCOLHE PRODUTOS, SERVIÇOS OU EXPERIÊNCIAS QUE POTENCIEM A SUSTENTABILIDADE DO DESTINO ATRAVÉS DA |+D+|.

  • Dá prioridade aos produtos, serviços ou experiências que, incorporem novas tecnologias e métodos inovadores que contribuam para a sustentabilidade do destino através da poupança ou da melhor utilização dos recursos, da informação ou da capacidade de comunicação.

9. FOMENTA AS CONDIÇÕES LABORAIS DIGNAS E JUSTAS QUE RESPEITEM OS DIREITOS DOS TRABALHADORES.

  • Analisa e verifica se os produtos ou serviços que consomes, são produzidos em condições laborais dignas e justas que integrem a população local ou em risco de exclusão social e que evitem a exploração sexual ou infantil, o mau trato a animais, entre outros. De igual forma, trata de forma respeitosa todos os trabalhadores, tanto os das empresas do destino que viajas como os da tua própria comunidade.

10. JUNTA-TE AO MANIFESTO DE TURISTA RESPONSÁVEL E PARTILHA-O.

  • Apoia iniciativas e programas que fomentem o intercâmbio de experiências e boas práticas e que favoreçam a paz, participando ativamente nas redes, associações, atividades e alianças que promovam o desenvolvimento sustentável. Começa por aderires ao Manifesto de Turista Responsável, realizando as ações sustentáveis identificadas e partilha este teu compromisso com outras pessoas.